Rota dos Vinhos de Altitude de Santa Catarina

Você sabia que é possível conhecer vinícolas e degustar vinhos de excelente qualidade em Santa Catarina?

A experiência não é exclusiva da Serra Gaúcha como muitos acreditam. As regiões do Vale do Contestado e da Serra Catarinense já conquistaram todo o respeito de enólogos e do público em geral nos últimos anos. E para não perder nenhum ponto, foi criada a Rota dos Vinhos de Altitude.

A ROTA DOS VINHOS DE ALTITUDE DE SANTA CATARINA

O clima frio e a altitude elevada são os grandes aliados dos produtores de vinho de Santa Catarina. Com vinhedos localizados entre 900 e 1400 metros acima do nível do mar, as variedades da fruta podem amadurecer mais lentamente e de forma completa, aumentando o padrão das safras. E tudo isso levou a características únicas e marcantes que só os vinhos de altitude proporcionam.

Percorrer a Rota dos Vinhos de Altitude em Santa Catarina vem se tornando uma experiência turística cada vez mais comum na região. Sabendo de todo o potencial que possuem, as vinícolas investiram pesado na estrutura para atender ao público. No total, são 19 produtores diferentes divididos entre o Vale do Contestado e a Serra Catarinense.

Próxima a Urubici e São Joaquim, a Villa Francioni certamente é a mais famosa e pioneira na implementação do enoturismo no Estado. Há quem a considere a mais bela da região por sua paisagem e arquitetura. Seu vinho rosé ganhou notoriedade ao ser escolhido por Madonna em visita ao Brasil por indicação de um sommelier. Mas o grande diferencial da vinícola é a elaboração de vinhos tintos de corte. Ela fica a 72 km e pouco mais de uma hora daqui da Serra Bela.

A Leoni di Venezia pode ser considerada diferente por produzir castas italianas. Localizada próxima ao centro de São Joaquim, ela tem grande variedade e possui uma especialidade: o vinho laranja (ou âmbar) com aroma de cerveja.

Outra vinícola, a Thera pode ser apontada como a caçula. O cultivo de uvas já acontece no local há muitos anos, mas a visitação é recente. É a opção mais sofisticada da região, já que tem projetos de arquitetura e decoração milionários com muitos elementos artísticos. Ela também produz vinhos de corte e fica a apenas 25 km daqui.

A Monte Agudo tem como destaque a vista para as montanhas da Serra Catarinense. Seus almoços harmonizados são imperdíveis e o grande destaque da visitação, com direito a menu elaborado pela chef local priorizando ingredientes que combinam com cada tipo de vinho. A vinícola também possui degustação ao pôr do sol. Ela fica bem próxima à Leoni di Venezia.

A Villaggio Bassetti oferece visitação guiada para conhecer o processo de produção. Também oferece passeios de bicicleta mediante agendamento prévio, um grande diferencial. Pode ser a experiência perfeita para quem viaja em casal e quer fazer algo mais romântico durante as visitas. Também fica próxima ao centro de São Joaquim, à Leoni di Venezia e à Monte Agudo.

Há ainda a Abreu Garcia, em Campo Belo do Sul, que fica a 150 km da Serra Bela através da BR-282. Apesar de ser um pouco fora do caminho para quem está focando nas vinícolas de São Joaquim e arredores, certamente vale o desvio. Afinal, além de sua produção de alta qualidade, ela ainda possui um sítio arqueológico milenar.

Já a região do Vale do Contestado fica um pouco mais distante de Urubici, entre três e quatro horas pela SC-350. Nessa área, o destaque vai para a Villaggio Grando, que tem uma paisagem exuberante para experimentar os vinhos à beiro do lago. Fica localizada em Água Doce, a 300 km daqui.

QUANDO VISITAR AS VINÍCOLAS

A visitação e degustação está disponível durante o ano inteiro! Porém, durante o inverno a região costuma ser bastante procurada por quem gosta de sentir um certo clima europeu no Brasil, já que por vezes pode até nevar nos pontos mais altos de Santa Catarina.

O mês de março também é de alta demanda turística entre elas, devido à programação especial da vindima - a colheita das uvas. Por isso, é sempre bom consultar os locais desejados para efetuar reserva caso necessário e participar do evento.


A Rota dos Vinhos de Altitude de Santa Catarina é um dos trajetos mais belos (e deliciosos) para se fazer!

Com as principais vinícolas da Serra Catarinense pertinho da Serra Bela (nos arredores de São Joaquim e a um máximo de 70 km daqui) é possível conhecer algumas delas em um bate-e-volta de um dia. Um roteiro que certamente será inesquecível, tanto pelas belezas serranas e das vinícolas, quanto pelas degustações dos premiados vinhos de altitude!

Venha brindar mais esse roteiro!

Vem degustar um vinho